Curta a Nossa
FANPAGE
REVISTA MERCOSUL
For Export
Visitas: 2.615.348 | Email: info@ccmercosul.org.br | Telefone: +55 (11) 5524-6370

FIQUE POR DENTRO


Protestos na Venezuela contra o governo têm mais uma morte

Na Venezuela, deve ser realizada a qualquer momento a audiência em que o líder da oposição Leopoldo López será formalmente acusado de conspirar contra o governo.

A todo o momento é possível ver flagrantes de confronto entre chavistas e opositores do governo. As aulas estão suspensas. O comércio fecha mais cedo. A prisão do líder da oposição, Leopoldo López, trouxe mais incertezas aos que protestam contra o governo de Nicolás Maduro.

Em um vídeo divulgado após a prisão, López ao lado da mulher convoca a população a agir. "Se vocês estão vendo esse vídeo, é porque estou preso injustamente pelos agentes de segurança do Estado, por sonhar com um futuro melhor para a Venezuela. A Venezuela necessita mais do que nunca que você, que não está bem, assuma o compromisso de querer mudar. E isto exige uma ação”, disse ele.

Leopoldo López passou a noite em um presídio militar fora de Caracas. Antes mesmo que ele fosse levado para o Palácio da Justiça, homens da Guarda Nacional, fortemente armados, ocuparam o prédio. Eles estão fazendo a segurança para o momento da apresentação de López à Justiça.

E parecia uma operação de guerra, cercando o prédio e bloqueios para impedir o acesso de manifestantes. Apesar da segurança, mais tarde, as autoridades anunciaram que a audiência nesse lugar seria um risco para Leopoldo López. E, para protegê-lo, a apresentação seria fora da capital.

Os venezuelanos também estão tendo pouco acesso à informação. Os noticiários locais não estão dando a devida cobertura aos protestos. A imprensa estrangeira não é bem-vinda.

Nesta terça-feira (19), uma equipe da rede de TV americana CNN teve o equipamento roubado por um bando armado. Mas foi no interior onde ocorreram os atos mais violentos nas manifestações desta terça.

A estudante Genesis Carmona, de 22 anos, levou um tiro na cabeça, quando participava de uma manifestação contra o governo, na cidade de Valencia. Ela tinha sido eleita Miss Turismo Carabobo no ano passado.

Genesis carmona não resistiu aos ferimentos e morreu nesta quarta-feira.

O Ministério das Relações Exteriores afirmou que a posição do Brasil sobre a situação na Venezuela é mesma manifestada pelo Mercosul, pela Unasul e pela Celac, a Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos.

Esses blocos repudiam todo tipo de violência e intolerância que atentem contra a democracia. E rechaçam as ações criminosas de grupos violentos que querem disseminar a intolerância e o ódio no país.
Câmara de Comércio do Mercosul e Américas
+55 (11) 5524-6370 | info@ccmercosul.org.br
Agência WebSide