Entre em contato: info@ccmercosul.org.br | +55 (11) 5524-6370
A CÂMARA
NOTÍCIAS DA CÂMARA
TRIBUNAL ARBITRAL

DE CREDITO

JURÍDICA EMPRESARIAL
CONTATO
CÂMARA Fundada em 1991


Arquivo em PDF
Veja Outras Edições
VISITA: 2.508.135
Promovemos os interesses dos empresários do Mercosul desde 1991 em todo o mundo.
VOLTAR
NOTÍCIAS DA CÂMARA



Alckmin aproveitou a oportunidade e lançou o Agrofácil, encabeçado pelo secretário da Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim. Os dois projetos têm o apoio da Federação da Agricultura do Estado de São Paulo (Faesp).

Em cerimônia na manhã desta segunda-feira (20), em São Paulo, o governador, Geraldo Alckmin (PSDB), e o presidente da República, Michel Temer (PMDB), oficializaram a adesão do Estado no programa Agro +, criado pelo governo federal para desburocratizar a cadeia produtiva do agronegócio e impulsionar o setor. São Paulo se tornou o segundo Estado a entrar no Agro+, após o Rio Grande do Sul.

Alckmin aproveitou a oportunidade e lançou o Agrofácil, encabeçado pelo secretário da Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim. Os dois projetos têm o apoio da Federação da Agricultura do Estado de São Paulo (Faesp).

Também estava presente na cerimônia o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, que destacou o papel de São Paulo na produção agrícola, o presidente da Faesp, Fábio de Salles Meirelles e reuniu empresários do agronegócio.

Segundo Maggi, o objetivo do Agro+ é impulsionar a participação do agronegócio no PIB de 7% para 10% em dez anos. Ele afirmou que é factível duplicar a produção nacional em alguns anos, sendo necessário para isso maior agilidade na produção agrícola, com redução das burocracias, e normas mais atuais. “Temos muitas leis ultrapassadas que faziam sentido em algum momento, mas não fazem mais”, disse.

Um dos pontos destacados pelo ministro sobre a necessidade de facilitar o agronegócio se refere ao segmento de carnes. A antiga norma exigia resfriamento a -18ºC para o transporte de carne, que agora passa a -12º, um padrão internacional.
Além disso, o ministro lembrou que está mais rápido aprovar registros de rótulos pelo Ministério da Agricultura. “Uma operação que demorava seis meses ou mais agora vai se tornar menos burocrática e a resposta do governo será rápida. A digitalização vai agilizar o processo e encurtar o caminho para a inclusão de novos produtos no mercado”, disse.

Governo reformista

Em sua fala, Temer disse que seu governo é “reformista” e que “quer entregar o país nos trilhos para o seu sucessor”. Ele falou também que estava “feliz por estar em São Paulo, ser de São Paulo e ter um governador como Alckmin”.

O presidente disse que a agricultura causa preocupação na área de meio ambiente, mas defende que os impactos são mínimos, destacando o fato de o país ser signatário do Acordo de Paris, pacto que busca frear as emissões de poluentes e o aquecimento global de forma geral.

Temer aproveitou para discursar sobre os resultados do seu governo. Entre os pontos altos está a reforma tributária, que chamou de simplificação. “Precisamos pensar numa simplificação do sistema tributário. Não estou falando em reforma. Vejam que o termo é simplificação, porque acho necessário que se faça, como estamos fazendo com a Previdência. E ainda pensamos em ajudar o Congresso a fazer a reforma política dando um empurrão, afinal sem o apoio do Congresso este governo não poderia aprovar tantas medidas em pouco tempo”, afirmou.

Estiveram presente o Presidente da Câmara de Comércio do Mercosul e Américas Lic. Miguel Lujan Paletta , diretor Regional Nunes Almeida e o Diretor de Negocios Internacionais Gilmar Barbuti





presidente de República, Michel Temer



Autoridades presente



presidente de República, Michel Temer



o governador, Geraldo Alckmin



Ministro Blairo Maggi



Presidente da Faesp, Fábio de Salles Meirelles.



Diretor Regional, Sr.Nunes Almeida e Presidente Câmara do Mercosul e Américas, Lic. Miguel Lujan Paletta



Presidente da Faesp, Fábio de Salles Meirelles e , Lic. Miguel Lujan Paletta

Câmara de Comércio do Mercosul e Américas
+55 (11) 5524-6370 | info@ccmercosul.org.br
Agência WebSide