Curta a Nossa
FANPAGE
REVISTA MERCOSUL
For Export
Visitas: 2.622.702 | Email: info@ccmercosul.org.br | Telefone: +55 (11) 5524-6370

NOTÍCIAS DA CÂMARA


Negociações do Agro pelo Mundo

Ministro Blairo Maggi visita a Ásia com o objetivo de ampliar o comércio e a cooperação dentro do agronegócio brasileiro, efetuando grandes parcerias inclusive para a exportação. Baseado em estudos a Ásia terá em média uma população de 3,2 bilhões em 2030 (classe média), superando outras regiões do mundo.
Presidentes e Ministros assinam acordos ao redor do Mundo.

Presentes nestes encontros Presidente Michel Temer (Brasil), Presidente Vladimir Pudin (Rússia), Primeiro Ministro Narendra Modi (Índia), Presidente da República Popular Xi Jinping (China) e o Presidente do Congresso Nacional Africano Jacob Zuma.
Por conta deste número populacional, os produtos brasileiros serão direcionados para esta região. Em geral os produtos de maior valor agregado do agronegócio brasileiro são as proteínas de origem animal como, carnes e lácteos.

A missão do MAPA tem como finalidade promover o desenvolvimento sustentável e a competitividade do agronegócio em benefício da sociedade brasileira. E dentro desta proposta visitaram China, Coreia do Sul, Tailândia, Myanmar, Vietnam, Malásia e a Índia, em seu retorno ao Brasil passaram pelos Emirados Árabes Unidos para conhecer modelo de integração às cadeias produtivas de valor de empresa brasileira de proteína animal. A principal matéria prima da empresa, maior processadora de alimentos do Oriente Médio, é importada do Brasil e são elaborados localmente produtos alimentícios industrializados, sob a certificação Halal e com os temperos locais.

Com apoio da APEX e das Embaixadas correspondentes, foram realizados na China seminários e rodadas de negócios sobre estratégia de ampliação e consolidação de mercado e mostraram grande interesse de importadores tradicionais e potenciais em produtos brasileiros, como também de investidores das regiões visitadas.

Com os governos das províncias chinesas, o MAPA estabeleceu contatos oficiais para aumento de parcerias com vistas à facilitação do comércio, cooperação tecnológica e para investimentos no Brasil. Muitas delegações deverão ir ao país para investir e negociar em diferentes áreas como carnes, grãos, pescados, frutas, café, madeira, lácteos, animais vivos e material genético animal, rações, couros, açúcar e álcool, entre outros.

Na Coreia, avançou-se na negociação oficial para exportação de carne suína, na Tailândia foram feitos contatos comerciais entre empresas brasileiras e tailandesas para estimular o comércio e avançou-se nos entendimentos para exportação de carne bovina brasileira, em Myanmar país de importância estratégica por sua localização entre a China e a Índia, avançou-se na cooperação científica e no compromisso para priorizar importação de produtos de origem animal do Brasil.

No Vietnam, foram concluídas as negociações de certificados para exportação de carne de aves e de suínos, além da certificação sanitária para exportação de lácteos do Brasil e o Vietnam quer exportar camarão, ampliar sua exportação de pescados e cooperação científica e tecnológica em várias áreas do agro, além de ações conjuntas no exterior para promover o café. Na Malásia, além dos temas de cooperação em óleo de palma e seringueira, tratou-se da ampliação da exportação brasileira de carne de aves para propiciar também investimento de empresa brasileira de proteína animal naquele país, com base no modelo que é realizado nos Emirados Árabes Unidos.

Material genético de aves e carne de suínos também entraram na pauta oficial de negociação. Haverá missão de auditoria ao Brasil para avaliar os controles oficiais para a produção de bovinos vivos, material genético e carne de bovinos. O país é importante centro de referência para a produção Halal (permitida) para o mundo mulçumano, além de porta de entrada para os países da ASEAN. A importação de milho de Brasil e outros componentes para ração animal também esteve na pauta. Ambos países se comprometeram a reforçar os entendimentos oficiais para aumentar o comércio e investimento bilaterais. A empresa BRF, uma das 10 maiores companhias de alimentação, anunciou investimento naquele país, principalmente no setor de carne de aves. O diálogo empresarial Brasil e Malásia resultou em muito interesse de empresários locais. O tema mais mencionado foi a importação de carne bovina brasileira.

Na Índia o comércio com o Brasil tem muito potencial, mas ainda é restrito por causa de barreiras tarifárias e não tarifárias, mas existe grande interesse de empresas brasileiras naquele país devido grande mercado para carne de aves, ainda fechado por questões regulatórias como alta taxa de importação e falta de concessão de licença para importação. A empresa indiana UPL anunciou investimentos em indústria de síntese de agrotóxicos no Brasil, em torno de U$ 400 milhões e estima-se que a Índia poderá importar 7 milhões de toneladas do produto, no próximo ano e chegar a demandar 30 milhões de toneladas do produto, em 2030.

Em resumo, inicia um novo ciclo para exportação brasileira do agro nacional nos países visitados, com o objetivo de contribuir para atingir a meta de 10% do mercado agrícola internacional e com oportunidades de comércio e investimentos em vários setores do agronegócio nacional. Estima-se em mais de U$ 1 bilhão os resultados mais diretos da missão, entre negócios, oportunidades de investimentos e abertura de mercados além disso, a promoção da sustentabilidade e qualidade dos produtos do agro brasileiro foram postos em evidência nos países visitados, para agregar valor aos produtos nacionais e demonstrar os serviços ambientais, a todo o planeta, promovidos pelo agronegócio nacional.
Câmara de Comércio do Mercosul e Américas
+55 (11) 5524-6370 | info@ccmercosul.org.br
Agência WebSide